O que é: Redil, mencionado como metáfora por Jesus?

O que é o Redil, mencionado como metáfora por Jesus?

Quando estudamos a Bíblia, nos deparamos com diversas metáforas e parábolas utilizadas por Jesus para transmitir ensinamentos e conceitos espirituais. Uma dessas metáforas é a do Redil, mencionada por Jesus em algumas passagens dos evangelhos. Mas afinal, o que é o Redil e qual o seu significado dentro do contexto bíblico? Neste artigo, iremos explorar em detalhes essa metáfora e compreender o seu verdadeiro sentido.

A origem do termo Redil

O termo “Redil” tem origem no latim “redile”, que significa “lugar cercado para abrigar animais”. Na época em que Jesus viveu, o Redil era um espaço delimitado, geralmente cercado por muros ou cercas de pedra, onde os pastores mantinham suas ovelhas durante a noite. Era um local seguro, onde as ovelhas podiam descansar e se proteger de predadores.

A metáfora do Redil nas palavras de Jesus

Em algumas passagens dos evangelhos, Jesus utiliza a metáfora do Redil para se referir a si mesmo como o Bom Pastor e aos seus seguidores como as ovelhas. Essa metáfora é encontrada, por exemplo, no Evangelho de João, capítulo 10, versículos 1 a 18.

Jesus como o Bom Pastor

Quando Jesus se apresenta como o Bom Pastor, ele está se referindo ao seu papel de guia espiritual e protetor de seus seguidores. Assim como um pastor cuida de suas ovelhas, Jesus se preocupa com o bem-estar espiritual e físico daqueles que o seguem. Ele conhece cada uma de suas ovelhas pelo nome e está disposto a dar a sua vida por elas.

As ovelhas como os seguidores de Jesus

Na metáfora do Redil, as ovelhas representam os seguidores de Jesus, aqueles que o reconhecem como o Messias e decidem segui-lo. Assim como as ovelhas confiam no pastor para guiá-las e protegê-las, os seguidores de Jesus depositam sua confiança nele e seguem seus ensinamentos.

A segurança e proteção no Redil

O Redil, como mencionado por Jesus, representa um lugar de segurança e proteção para as ovelhas. Assim como as ovelhas encontram abrigo e descanso no Redil, os seguidores de Jesus encontram segurança e proteção em sua presença e cuidado. Jesus promete estar sempre ao lado de seus seguidores, protegendo-os de todo mal e guiando-os pelo caminho da vida eterna.

A relação entre o pastor e as ovelhas

A metáfora do Redil também destaca a relação íntima entre o pastor e as ovelhas. Assim como um pastor conhece cada uma de suas ovelhas pelo nome, Jesus conhece cada um de seus seguidores de forma pessoal e individual. Ele se importa com cada detalhe de suas vidas e está sempre presente para ouvir suas orações e suprir suas necessidades.

A voz do pastor e o reconhecimento das ovelhas

No contexto da metáfora do Redil, Jesus fala sobre o reconhecimento das ovelhas pela voz do pastor. Assim como as ovelhas reconhecem a voz do seu pastor e o seguem, os seguidores de Jesus são capazes de reconhecer a sua voz e seguir seus ensinamentos. Isso implica em uma relação de intimidade e confiança entre Jesus e seus seguidores.

Aqueles que não pertencem ao Redil

Na metáfora do Redil, Jesus também menciona aqueles que não pertencem ao Redil. Essas são as pessoas que não reconhecem Jesus como o Bom Pastor e não seguem seus ensinamentos. Jesus afirma que suas ovelhas conhecem a sua voz e o seguem, enquanto as que não pertencem ao Redil não o reconhecem e não seguem seus ensinamentos.

A importância de permanecer no Redil

Jesus enfatiza a importância de permanecer no Redil, ou seja, de permanecer em sua presença e seguir seus ensinamentos. Ele afirma que aqueles que permanecem no Redil terão vida abundante e eterna, enquanto aqueles que se afastam dele estão sujeitos a se perderem e serem presas fáceis para os predadores espirituais.

Aplicação da metáfora do Redil nos dias atuais

A metáfora do Redil continua sendo relevante nos dias atuais, pois nos lembra da importância de seguir Jesus como nosso guia espiritual e de confiar em sua proteção e cuidado. Assim como as ovelhas encontram segurança e proteção no Redil, nós também encontramos segurança e proteção em Jesus, o Bom Pastor.

Conclusão

A metáfora do Redil, mencionada por Jesus, nos ensina sobre a importância de seguir Jesus como nosso guia espiritual, confiar em sua proteção e permanecer em sua presença. Assim como as ovelhas encontram segurança e proteção no Redil, nós encontramos segurança e proteção em Jesus, o Bom Pastor. Que possamos sempre reconhecer a sua voz e seguir seus ensinamentos, encontrando vida abundante e eterna em sua presença.