O que é: Onipotência de Deus e como é retratada?

O que é: Onipotência de Deus e como é retratada?

A onipotência de Deus é um conceito teológico que descreve o poder absoluto e ilimitado de Deus. É uma das características fundamentais de Deus, juntamente com a onisciência e a onipresença. Acredita-se que Deus seja capaz de fazer qualquer coisa, sem limitações ou restrições. Essa ideia é retratada de diferentes maneiras nas diversas religiões e tradições religiosas ao redor do mundo.

Onipotência na tradição cristã

Na tradição cristã, a onipotência de Deus é um dos atributos divinos mais enfatizados. A Bíblia descreve Deus como o Criador do universo e de todas as coisas, e seu poder é demonstrado em várias passagens. Por exemplo, no livro de Gênesis, Deus cria o mundo em seis dias e descansa no sétimo. Esse ato de criação é visto como uma demonstração de seu poder absoluto e ilimitado.

Além disso, a Bíblia também relata diversos milagres realizados por Deus, como a abertura do Mar Vermelho para que os israelitas pudessem escapar dos egípcios, a ressurreição de Jesus Cristo e a cura de enfermos. Esses eventos são vistos como evidências do poder de Deus e de sua onipotência.

Onipotência em outras tradições religiosas

A ideia de onipotência também está presente em outras tradições religiosas, embora possa ser retratada de maneiras diferentes. No hinduísmo, por exemplo, o conceito de Brahman, a realidade última e suprema, é frequentemente associado à onipotência. Brahman é considerado o criador e sustentador do universo, e seu poder é visto como infinito.

No islamismo, Allah é descrito como o único Deus verdadeiro e todo-poderoso. Acredita-se que Allah seja capaz de fazer qualquer coisa e que seu poder seja absoluto. Essa crença é expressa no Alcorão, o livro sagrado do islamismo, e é uma das principais características de Allah.

Críticas e interpretações da onipotência

A ideia de onipotência de Deus também tem sido objeto de críticas e interpretações diversas. Alguns questionam como um Deus onipotente pode permitir o sofrimento e o mal no mundo. Essa questão é conhecida como o problema do mal e tem sido debatida por filósofos e teólogos ao longo da história.

Outra interpretação da onipotência é a ideia de que Deus não pode fazer coisas contraditórias ou ilógicas. Por exemplo, alguns argumentam que Deus não pode criar uma pedra tão pesada que ele mesmo não possa levantar, pois isso seria uma contradição lógica. Essa visão limita o poder de Deus de certa forma, mas ainda o considera supremamente poderoso.

Conclusão

A onipotência de Deus é um conceito complexo e multifacetado, presente em diversas tradições religiosas ao redor do mundo. Embora seja retratada de maneiras diferentes, a ideia fundamental é que Deus possui um poder absoluto e ilimitado. Essa crença é expressa através de relatos bíblicos, milagres e ensinamentos teológicos. No entanto, a onipotência também tem sido objeto de críticas e interpretações diversas, especialmente em relação ao problema do mal e às limitações lógicas. No final, a compreensão da onipotência de Deus é uma questão de fé e interpretação pessoal.