O que é : Laver – Bacia no tabernáculo onde os sacerdotes lavavam as mãos e os pés.

O que é Laver – Bacia no tabernáculo onde os sacerdotes lavavam as mãos e os pés

Ao estudar a história do tabernáculo, um dos elementos mais intrigantes é o Laver, também conhecido como a Bacia. Localizado no átrio do tabernáculo, o Laver era um recipiente especial onde os sacerdotes lavavam as mãos e os pés antes de realizar seus deveres sagrados. Neste artigo, exploraremos em detalhes o significado e a importância do Laver no contexto do tabernáculo e como ele se relaciona com as práticas religiosas da época.

A importância do Laver no tabernáculo

O Laver era uma peça fundamental no tabernáculo, pois representava a purificação e a santidade necessárias para se aproximar de Deus. Os sacerdotes, ao realizarem suas funções no tabernáculo, precisavam estar ritualmente puros, e o ato de lavar as mãos e os pés no Laver era uma parte essencial desse processo.

A descrição física do Laver

O Laver era uma bacia de bronze, feita a partir das contribuições dos israelitas. Era uma peça de grande tamanho, com cerca de 1,5 metros de diâmetro e 75 centímetros de altura. Sua base era sustentada por doze bois de bronze, que representavam as doze tribos de Israel. A água para a lavagem era colocada no Laver e, de acordo com as instruções divinas, deveria ser água pura.

O simbolismo do Laver

O Laver tinha um significado simbólico profundo no contexto do tabernáculo. A água utilizada para a lavagem representava a purificação dos pecados e a necessidade de se livrar das impurezas antes de se aproximar de Deus. O ato de lavar as mãos e os pés no Laver era uma representação física dessa purificação espiritual.

A lavagem das mãos e dos pés

A lavagem das mãos e dos pés era uma prática comum entre os sacerdotes do Antigo Testamento. Era uma forma de se preparar para o serviço sagrado e simbolizava a remoção de qualquer impureza física ou espiritual. Essa prática também era uma lembrança constante da necessidade de pureza e santidade ao se aproximar de Deus.

O Laver e o sacerdócio

O Laver desempenhava um papel crucial no sacerdócio do Antigo Testamento. Os sacerdotes eram responsáveis por oferecer sacrifícios e interceder em nome do povo de Israel. Antes de realizar essas tarefas sagradas, eles precisavam passar pela purificação no Laver. Essa purificação era uma forma de se preparar espiritualmente e se tornar digno de representar o povo perante Deus.

O Laver e a pureza ritual

A pureza ritual era uma parte essencial da vida religiosa dos israelitas. O Laver desempenhava um papel fundamental nesse aspecto, pois permitia que os sacerdotes se purificassem antes de entrar no tabernáculo. A lavagem das mãos e dos pés no Laver era um ato simbólico que representava a busca pela pureza e a remoção de qualquer contaminação espiritual.

O Laver e a adoração a Deus

A adoração a Deus no tabernáculo exigia uma abordagem cuidadosa e reverente. O Laver desempenhava um papel importante nesse processo, pois permitia que os sacerdotes se preparassem adequadamente antes de entrar no santuário. A lavagem das mãos e dos pés no Laver era uma forma de se purificar e se aproximar de Deus com reverência e respeito.

O Laver e a santidade

A santidade era um valor fundamental no contexto do tabernáculo. O Laver, como símbolo de purificação, representava a necessidade de se livrar de qualquer impureza e se tornar santo perante Deus. A lavagem das mãos e dos pés no Laver era uma prática constante que lembrava os sacerdotes da importância de manter a santidade em todas as áreas de suas vidas.

O Laver e o Novo Testamento

No Novo Testamento, o Laver encontra seu cumprimento em Jesus Cristo. Ele é descrito como a fonte de purificação e santidade para todos os que creem nele. A lavagem das mãos e dos pés no Laver do tabernáculo aponta para a necessidade de purificação espiritual que só pode ser encontrada em Jesus.

Conclusão

O Laver, ou a Bacia, no tabernáculo desempenhava um papel fundamental na vida religiosa dos israelitas. Era um símbolo da purificação necessária para se aproximar de Deus e representava a importância da santidade e da pureza ritual. A lavagem das mãos e dos pés no Laver era uma prática constante que lembrava os sacerdotes de sua responsabilidade sagrada e da necessidade de se preparar adequadamente para o serviço a Deus. Embora o Laver tenha perdido sua relevância física nos dias de hoje, seu significado espiritual continua sendo uma lição valiosa para todos nós, lembrando-nos da necessidade de purificação e santidade em nossa adoração a Deus.