O que é : Igreja de Laodiceia e sua crítica em Apocalipse?

O que é a Igreja de Laodiceia?

A Igreja de Laodiceia é uma das sete igrejas mencionadas no livro de Apocalipse, capítulo 3, versículos 14 a 22. Essas sete igrejas representam igrejas reais que existiam na época em que o livro foi escrito, mas também são simbólicas e representam diferentes tipos de igrejas ao longo da história. A Igreja de Laodiceia é conhecida como a igreja morna, uma igreja que não era nem quente nem fria em sua fé.

A crítica à Igreja de Laodiceia em Apocalipse

No livro de Apocalipse, Jesus faz uma crítica severa à Igreja de Laodiceia. Ele diz: “Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente! Assim, porque és morno e nem és quente nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca” (Apocalipse 3:15-16). Essa crítica se refere à falta de comprometimento e paixão espiritual da igreja.

A mornidão espiritual da Igreja de Laodiceia

A mornidão espiritual da Igreja de Laodiceia é um dos principais problemas apontados por Jesus. Essa mornidão se manifesta na falta de fervor espiritual, na falta de comprometimento com a fé e na indiferença em relação às coisas de Deus. A igreja estava satisfeita com sua situação, achando que não precisava de nada, mas Jesus a repreende, dizendo que ela é miserável, digna de compaixão, pobre, cega e nua.

A riqueza material da Igreja de Laodiceia

Outro aspecto criticado por Jesus é a riqueza material da Igreja de Laodiceia. A cidade de Laodiceia era conhecida por sua prosperidade econômica, e a igreja refletia essa prosperidade. No entanto, Jesus diz que eles são pobres espiritualmente, mesmo tendo riquezas materiais. Ele os aconselha a comprar ouro refinado no fogo, vestes brancas para cobrir sua nudez e colírio para ungir seus olhos, a fim de que possam verdadeiramente enxergar.

A falta de dependência em Deus

Além da mornidão espiritual e da riqueza material, a falta de dependência em Deus é outro ponto criticado por Jesus. A igreja confiava em sua própria força e recursos, não reconhecendo sua necessidade de Deus. Jesus diz: “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo” (Apocalipse 3:20). Ele está chamando a igreja a se arrepender e a abrir as portas para Ele.

A promessa de Jesus à Igreja de Laodiceia

Mesmo com todas as críticas, Jesus faz uma promessa à Igreja de Laodiceia. Ele diz: “Ao vencedor, dar-lhe-ei sentar-se comigo no meu trono, assim como também eu venci e me sentei com meu Pai no seu trono” (Apocalipse 3:21). Essa promessa é uma demonstração do amor e da graça de Deus, que mesmo diante da mornidão espiritual, oferece a oportunidade de arrependimento e restauração.

A aplicação para as igrejas hoje

A crítica à Igreja de Laodiceia em Apocalipse também pode ser aplicada às igrejas hoje. Muitas vezes, as igrejas se tornam mornas em sua fé, satisfeitas com sua situação e indiferentes às coisas de Deus. Elas podem confiar em suas próprias forças e recursos, negligenciando a dependência em Deus. No entanto, a promessa de Jesus também é válida para as igrejas hoje, oferecendo a oportunidade de arrependimento e restauração.

Conclusão

Em resumo, a Igreja de Laodiceia é uma das sete igrejas mencionadas no livro de Apocalipse. Ela é conhecida como a igreja morna, criticada por sua falta de comprometimento e paixão espiritual, sua riqueza material e sua falta de dependência em Deus. No entanto, Jesus oferece a oportunidade de arrependimento e restauração, demonstrando seu amor e graça. Essa crítica também pode ser aplicada às igrejas hoje, que são chamadas a se arrepender e a buscar uma fé fervorosa e dependente de Deus.