O que é : Doutrina da Expiação – Crença no sacrifício de Jesus para reconciliar a humanidade com Deus.

O que é a Doutrina da Expiação?

A Doutrina da Expiação é uma crença central no cristianismo que se refere ao sacrifício de Jesus Cristo na cruz para reconciliar a humanidade com Deus. Essa doutrina é amplamente aceita por várias denominações cristãs e desempenha um papel fundamental na teologia cristã. Neste glossário, exploraremos em detalhes o significado, a importância e as implicações da Doutrina da Expiação.

A origem da Doutrina da Expiação

A Doutrina da Expiação tem suas raízes nas escrituras cristãs, especialmente no Novo Testamento da Bíblia. De acordo com a tradição cristã, Jesus Cristo, o Filho de Deus, veio ao mundo para salvar a humanidade do pecado e da separação de Deus. Ele se ofereceu como um sacrifício perfeito para expiar os pecados da humanidade e abrir o caminho para a reconciliação com Deus.

O sacrifício de Jesus

O cerne da Doutrina da Expiação é o sacrifício de Jesus Cristo na cruz. De acordo com a crença cristã, Jesus, sendo totalmente Deus e totalmente humano, voluntariamente se entregou à morte para pagar o preço pelos pecados da humanidade. Sua morte foi um ato de amor supremo e um exemplo de sacrifício perfeito.

A reconciliação com Deus

A Doutrina da Expiação ensina que o sacrifício de Jesus na cruz possibilitou a reconciliação entre a humanidade e Deus. Por meio de sua morte e ressurreição, Jesus removeu a barreira do pecado que separava as pessoas de Deus. Ele abriu o caminho para que todos pudessem se aproximar de Deus, receber perdão e experimentar a vida eterna.

Os diferentes aspectos da Expiação

A Doutrina da Expiação tem vários aspectos que são discutidos e interpretados de maneiras diferentes dentro do cristianismo. Alguns desses aspectos incluem a expiação substitutiva, a expiação penal, a expiação vicária e a expiação redentora. Cada um desses aspectos enfatiza diferentes aspectos do sacrifício de Jesus e sua significância para a salvação.

A expiação substitutiva

A expiação substitutiva é uma interpretação da Doutrina da Expiação que enfatiza que Jesus Cristo morreu em nosso lugar, como nosso substituto, para pagar a penalidade pelos nossos pecados. Ele levou sobre si mesmo o castigo que merecíamos, permitindo-nos ser perdoados e reconciliados com Deus.

A expiação penal

A expiação penal é outra interpretação da Doutrina da Expiação que enfatiza que Jesus Cristo sofreu a penalidade pelos nossos pecados. Ele foi punido em nosso lugar, suportando a ira de Deus contra o pecado. Sua morte satisfez a justiça divina e possibilitou a nossa redenção.

A expiação vicária

A expiação vicária é uma interpretação da Doutrina da Expiação que enfatiza que Jesus Cristo agiu como nosso representante, assumindo a culpa e as consequências do pecado em nosso lugar. Ele levou sobre si mesmo o fardo do pecado e nos ofereceu a sua justiça, permitindo-nos ser reconciliados com Deus.

A expiação redentora

A expiação redentora é outra interpretação da Doutrina da Expiação que enfatiza que Jesus Cristo nos resgatou do poder do pecado e da morte. Sua morte e ressurreição foram um ato de redenção, libertando-nos da escravidão do pecado e oferecendo-nos a vida eterna em comunhão com Deus.

A importância da Doutrina da Expiação

A Doutrina da Expiação é de extrema importância para o cristianismo, pois representa a base da salvação e da reconciliação com Deus. Ela demonstra o amor de Deus pela humanidade e a provisão divina para a restauração do relacionamento perdido. Através da Doutrina da Expiação, os cristãos encontram esperança, perdão e uma nova vida em Cristo.

As implicações da Doutrina da Expiação

A Doutrina da Expiação tem implicações profundas para a vida cristã. Ela nos lembra da gravidade do pecado e da necessidade de arrependimento e fé em Jesus Cristo. Ela nos desafia a viver vidas de gratidão e obediência a Deus, reconhecendo o sacrifício de Jesus e compartilhando o amor e a mensagem do evangelho com os outros.

Conclusão

A Doutrina da Expiação é uma crença central no cristianismo que enfatiza o sacrifício de Jesus Cristo na cruz para reconciliar a humanidade com Deus. Ela tem suas raízes nas escrituras cristãs e desempenha um papel fundamental na teologia cristã. Através da Doutrina da Expiação, os cristãos encontram esperança, perdão e uma nova vida em Cristo.